Como a tecnologia facilitou a vida dos investidores?

6 minutos para ler

Nos últimos anos, algumas facilidades chegaram aos investidores graças à tecnologia. Podemos citar como exemplos a ampliação da oferta de investimentos e a simplificação na hora de investir a partir de plataformas diversas.

Hoje em dia é possível investir em Fundos de Investimento não apenas por meio de corretoras, mas também diretamente pelas plataformas de gestoras.

Outra modernização relevante aos investidores inclui o fato de que a própria bolsa de valores brasileira, a B3, não tem mais o pregão viva voz. Agora, tudo é eletrônico — e não somente no Brasil, mas na maior parte das bolsas do mundo.

Quer conhecer mais facilidades? Continue a ler este conteúdo e confira 5 vantagens que a tecnologia trouxe para a vida do investidor!

1) Acesso à informação ampliado

Um dos aspectos fundamentais para quem deseja investir no mercado financeiro é ter acesso a informações. Com dados confiáveis, é possível entender melhor as possibilidades e tomar decisões condizentes.

Contudo, essa realidade era bem mais difícil antes do avanço da tecnologia. Hoje em dia, qualquer pessoa pode encontrar informações sobre investimentos online. Por exemplo, em blogs, cursos, vídeos e outros conteúdos.

Além disso, as instituições financeiras têm atendimento próximo e digital, tornando-se também mais acessíveis para a população em geral. Assim, a tecnologia ajudou a promover os investimentos e fazer com que eles não se limitassem a determinada parcela de pessoas.

No passado, não era incomum encontrar investidores que acreditavam que alguns investimentos eram inacessíveis para eles. Além da falta de informação, também era difícil encontrar instituições acessíveis — inclusive, com valores de investimento mínimo menor.

Mas, nos últimos anos, diante do desenvolvimento do mercado, estão sendo propagados cada vez mais conteúdos e instituições para investidores. É possível encontrar diversos aplicativos e sites voltados aos investimentos.

2) Simuladores e comparadores online

Como você viu, os investidores de hoje têm possibilidades de acessar mais opções de investimento e as principais informações sobre elas. Mas, ainda assim, eles podem encontrar dificuldade para saber quais resultados esperar.

Afinal, com tanto conhecimento embutido no mercado financeiro, pode não ser tão simples compreender o comportamento de cada um dos produtos disponíveis. Contudo, essa é outra facilidade que a tecnologia trouxe aos investidores.

Ao acessar algumas páginas online, é possível utilizar simuladores. Eles permitem a realização de cálculos automáticos para que você saiba o que esperar de determinados investimentos. Com isso, o investidor pode acessar dados que trazem noções básicas dos ganhos relacionados à aplicação.

Na renda fixa, por exemplo, basta inserir alguns dados básicos. Alguns deles incluem o valor inicial investido, o valor de possíveis aportes a serem realizados durante o tempo e o prazo. Nesse sentido, é possível comparar alternativas e buscar a melhor.

E se a sua intenção é aprender a utilizar os sistemas de renda variável, também é viável encontrar simuladores. Nesses casos, eles permitem que as pessoas simulem operações de compra e venda na bolsa sem colocar dinheiro real. É uma maneira de ganhar conhecimento e experiência.

3) Plataformas de investimento

Quem começa a investir agora já sabe que consegue encontrar tudo de maneira online. Basta acessar o sistema da instituição financeira para ter acesso a investimentos do seu interesse. Você também pode por meio de aplicativo ou site realizar seus aportes ou resgates.

Mas nem sempre foi assim. Quem já assistiu filmes sobre mercado financeiro provavelmente viu cenas em que a bolsa de valores era representada por diversos operadores aglomerados. As negociações eram solicitadas pelo telefone e feitas pessoalmente pelos profissionais.

Era assim que funcionava o pregão viva voz. Com o tempo, ele foi extinto e tudo passou a acontecer online, com a mediação das instituições financeiras. A possibilidade trouxe mais agilidade e facilidade para os investidores por meio da tecnologia.

Podemos dizer, ainda, que o processo foi essencial para que muitos brasileiros diversificassem sua visão sobre investimentos. Por exemplo, um movimento foi a saída da Poupança. Apesar de ainda ser a aplicação mais popular dos brasileiros, muitos estão aderindo a outras opções.

Assim, as pessoas conseguem conhecer alternativas mais rentáveis, considerando que a tecnologia apresentou diversas opções aos investidores. O mercado é amplo e atende a todos os perfis e objetivos.

4) Estímulo à diversificação

A facilidade anterior tem ainda um efeito importante: o aumento da diversificação da carteira de investimentos. A prática é conhecida por minimizar riscos, visto que os dilui entre diferentes alternativas. Ela também pode ajudar a maximizar os ganhos.

Nesse sentido, com o avanço da tecnologia e das informações sobre investimentos, muitos investidores conseguem buscar por diferentes possibilidades. Assim, é possível compor suas carteiras de maneira completa.

Isso protege o portfólio. Em adição, permite que cada escolha caminhe junto a um objetivo, seja ele de curto, médio ou longo prazo. Consequentemente, o investidor pode se aproximar da independência financeira.

A tecnologia também permite que os investidores tenham acesso a profissionais do mercado, como assessores de investimentos. Assim, podem tirar dúvidas e ter dados confiáveis para aprimorar suas habilidades de gestão de risco, educação financeira e gerenciamento patrimonial.

5) Possibilidade de investir em Fundos Quantitativos

Você sabia que a tecnologia pode estar presente até mesmo na gestão de Fundos de Investimentos? Isso acontece nos chamados Fundos Quantitativos — cuja estratégia de gestão envolve a aplicação de algoritmos.

O diferencial está na otimização da tomada de decisão. Assim, os gestores usam algoritmos para sua estratégia, fazendo com que a escolha dos investimentos seja mais objetiva e menos vulnerável aos vieses humanos.

São incorporados sistemas de alta precisão e modelagem matemática na hora de montar uma carteira. Consequentemente, é possível dizer que os Fundos Quant se beneficiam da tecnologia para identificar padrões e encontrar oportunidades.

Com isso, pode haver muitas vantagens. Por exemplo, há menor possibilidade de escolhas equivocadas por erros de análise humana. Além disso, os Fundos Quant são descorrelacionados de outros investimentos, o que favorece a diversificação da carteira.

Conforme visto, a tecnologia simplificou muito a rotina dos investidores. Ao conhecer seus objetivos e perfil de investidor, você pode contar com ela para encontrar as alternativas mais interessantes e saber como tomar decisões!

Quer aprender mais sobre o mercado financeiro e receber informações em primeira mão? Assine a Pandhora News!

Até a próxima!

pandhora news

Posts relacionados

Deixe um comentário

tecnologia investidores